Uma extensão do método bem aplicada ao projeto de rotores hidrocinéticos de eixo horizontal

Autores

  • Déborah Dias do Rio Vaz
  • Claudio Cavalcante Blanco
  • Jerson Rogério Pinheiro Vaz
  • André Luiz Amarante Mesquita
  • João Tavares Pinho

Palavras-chave:

Rotores hidrocinéticos, Modelo BEM, Modelo de Glauert.

Resumo

Neste trabalho apresenta-se um modelo matemático correspondente a uma extensão da teoria clássica do momento do elemento de pá para o dimensionamento de rotores hidrocinéticos de fluxo livre, com operação estendida a razões de velocidade menores que 2. Nesse caso, foi considerada a influência da esteira sobre o plano do rotor na sua forma mais geral. Tal influência mostra-se considerável quando a razão de velocidade é pequena, justificando a necessidade de formulações que preveem os efeitos da esteira sobre o rotor. Os resultados obtidos a partir da
utilização do modelo proposto são comparados com o modelo BEM clássico e com o utilizado pelo NationalRenewable Energy Laboratory– NREL, sendo satisfatórios por apresentarem boa eficiência para baixas razões de velocidade de escoamento, comuns nos rios amazônicos.

Downloads

Publicado

2016-11-30

Edição

Seção

Artigos